Logotipo SEEB/MR
Logotipo SEEB/MR

Bancários do RJ denunciam assédio moral pelo GSO

Publicado em Itaú
Bancários do RJ denunciam assédio moral pelo GSO

Bancários de 26 agências do Itaú, comandadas pelo mesmo gerente denunciam a prática abusiva de assédio moral adotada pelo seu GSO (Gerente de Serviço Operacional), na cobrança de metas de sua equipe. Em tom ameaçador, ele estaria expondo os funcionários para alavancar as metas, através do terror psicológico e da prática de humilhações, segundo as denúncias dos bancários. 
 As recentes demissões que ganharam frequência no Banco Itaú juntamente com a forte e abusiva pressão de seu gerente por resultados, têm causado o adoecimento de bancários. Uma quantidade significativa de funcionários tem entrado de licença médica.


Assédio é crime
“Temos recebido várias denúncias a respeito do comportamento abusivo, da prática frequente de assédio moral, ou seja, ele estaria praticando um crime contra seus funcionários. A pressão é tão grande, que bancários estão pedindo transferência para outras áreas”, afirma a diretora do Sindicato dos Bancários do Rio de Janeiro, Glória Azevedo, a Glorinha. O ato de expor os empregados por meio de humilhações ou pressões psicológicas, sempre em tom agressivo, para cobrar as metas, é uma prática inaceitável. O Sindicato dos Bancários do Rio de Janeiro cobra providências imediatas para que esse tipo de abordagem não continue a acontecer, visto que as reclamações são diárias, e partem de todas as vinte e seis agências sob responsabilidade do gerente. 


Sindicato atento
“O Sindicato já realizou uma conversa com o GSO, porém visivelmente não houve mudança em seu comportamento abusivo. Diante deste cenário, o sindicato realizará contato com o banco para por fim à violência psicológica. Continuaremos atentos e tomando as medidas necessárias para resolver esse problema”, acrescenta Glorinha. 


Denuncie
A Diretora Selma Cunha orienta o bancário que sentir-se vítima de assédio moral ou qualquer outro tipo de pressão ou humilhação, a denunciar urgentemente a prática ao Sindicato, pelo telefone 2103-4172 ou ainda pessoalmente na Secretaria de Bancos Privados da entidade, na Avenida Presidente Vargas, 502, 20º andar, no Centro.

 
Fonte: Seeb RJ

ASSINE NOSSA NEWSLETTER