Logotipo SEEB/MR
Logotipo SEEB/MR

Bancários fazem protestos contra demissões no Bradesco

Publicado em
Bancários fazem protestos contra demissões no Bradesco

 

 

 

Mobilização em Osasco, na matriz do banco - Seeb SP

Intitulada como “Carnaval de Demisões” os bancários realizaram atividades por todo o Brasil contra as dispensas ocorridas no banco Bradesco. No ABC o protesto percorreu as principais ruas do centro de Santo André, com muita animação para chamar a atenção dos clientes e usuários da situação do banco. Artistas da ARCA, de Ribeirão Pires, participaram do ato.

“Aqui na Região do ABC e em várias cidades do país, os bancários do Bradesco saíram às ruas para mostrar a indignação dos funcionários, pois, apesar do lucro de R$ 17 bilhões em 2016, só no último trimestre o banco reduziu em 1.129 os postos de trabalho em relação ao mesmo período de 2015″, disse Gheorge Vitti, coordenador da COE Bradesco e secretário geral do Sindicato.

As demissões, que ampliam o total de desempregados no País, também pioram as condições de trabalho para os que permanecem na agência, pelo aumento da demanda, e pioram o atendimento a clientes e usuários.

Com a incorporação do HSBC, em julho de 2016, o Bradesco aumentou ainda mais seu valor patrimonial, além de conquistar também novas possibilidades de negócios com a migração da carteira de 5 milhões de clientes do HSBC. “Este número de demissões, muito acima da média, prejudica funcionários demitidos, pais e mães de família, e também bancários que permanecem na instituição, que ficam ainda mais sobrecarregados; além de clientes, que têm o atendimento precarizado e enfrentam filas cada vez maiores”, denuncia Gheorge.

Durante a atividade foi distribuído material explicativo para funcionários, clientes e usuários do banco.

Grande protesto na matriz no banco em Osasco

Em mais um ato contra os cortes no banco, o Sindicato dos Bancários de São Paulo realizou protesto na quarta-feira 22 na Cidade de Deus, matriz do banco, onde estão alocados cerca de 12 mil funcionários. 

“O protesto na Cidade de Deus, realizado no dia de luta dos sindicatos do estado de São Paulo, tem como objetivo denunciar os cortes no Bradesco e também fazer um a aos trabalhadores. Muitos já se conscientizaram sobre a gravidade da situação e estão mobilizados ao lado do Sindicato. Mas é necessário aumentar a pressão sobre o banco. Para isso, todos os funcionários têm de estar unidos na luta”, explica a dirigente sindical e funcionária do Bradesco, Sandra Regina.

Em virtude da proximidade do Carnaval, o protesto na Cidade de Deus teve o mote 'Bradesco promove Carnaval de demissões: demite milhares, lucra bilhões'.

“Vamos promover outros atos para denunciar, ao lado dos bancários, este desrespeito com trabalhadores, clientes e a população em geral Além da jornada de luta em defesa dos empregos, o Sindicato também está tomando todas as medidas jurídicas cabíveis contra as demissões no Bradesco.”, conclui Sandra.

Fonte: Contraf-CUT com Seeb ABC e Seeb SP

ASSINE NOSSA NEWSLETTER