Logotipo SEEB/MR
Logotipo SEEB/MR

CAIXA: 159 anos de luta

Publicado em
CAIXA: 159 anos de luta

Criada em 12 de janeiro de 1861, a Caixa Econômica Federal é o maior banco público da América Latina. A instituição foi criada pelo Decreto n° 2.723, assinado por D.Pedro II, no qual dava origem à Caixa Econômica e Monte de Socorro. A CEF foi fundada com o objetivo de promover entre a população, o hábito de poupar, principalmente entre as pessoas de baixa renda. Os escravos, por exemplo, poupavam para comprar suas cartas de alforria. A instituição pagava juros de 6% a.a., garantindo o a restituição dos depósitos a ela confiados.

Posteriormente, a CEF passou a conceder empréstimos sob penhor, e a partir de 1931, passou a conceder também para pessoas físicas. Mais tarde, em 1986, a instituição assumiu a função de agente operador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Desde sua criação, a Caixa Econômica Federal já estabeleceu seu foco social. Sua atuação se estende às atividades artístico-culturais, educacionais e esportivas. Além disso, a instituição possui um papel fundamental para o Brasil, já que sua missão, em síntese, é promover a melhoria da qualidade de vida da população brasileira.

Porque não privatizar a CAIXA:

Como principal agente operador dos programas sociais do governo federal, a Caixa também subsidia o Bolsa Família, que ao longo de 15 anos contribuiu para a erradicação da pobreza. O programa atende mais de 13,9 milhões de famílias, que recebem, em média, R$ 178 mensais. O Bolsa Família é reconhecido internacionalmente como instrumento efetivo de redução das taxas de mortalidade infantil e evasão escolar. Políticas sociais de habitação e o programa Minha Casa, Minha Vida também seriam afetadas, assim como a gestão do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e do seguro-desemprego – cuja gestão é atrelada à Caixa.
Os planos do atual governo, são para enfraquecer e fatiar a Caixa. O movimento sindical, lutará até o fim, pra que essa tragédia não venha acontecer com o povo brasileiro e principalmente com os bancários (as) da instituição, e a Caixa, continuará 100% pública.

#ACAÍXAÉTODASUA

SEEB-MR

ASSINE NOSSA NEWSLETTER