Logotipo SEEB/MR
Logotipo SEEB/MR

Empregados da Caixa farão Dia Nacional de Luta em defesa do Saúde Caixa

Publicado em Caixa Econômica Federal
Empregados da Caixa farão Dia Nacional de Luta em defesa do Saúde Caixa

Os empregados da Caixa farão mobilização por todo o Brasil, na próxima quinta-feira (24), em defesa do Saúde Caixa. Desde 2004, a Caixa paga 70% das despesas assistenciais e aos usuários cabem os outros 30%.  As resoluções publicadas pelo Governo e a recente alteração no estatuto da Caixa propõem um limite correspondente a 6,5% da Folha de Pagamento para a participação da Caixa nessas despesas, à revelia do que prevê o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT).

“As alterações são nefastas para todos os usuários do plano. O Saúde Caixa ficará mais caro e poderá ficar inacessível, em especial, aos aposentados. É inadmissível eles alterarem um modelo que vem se mostrando plenamente sustentável.”, afirmou Fabiana Uehara Proschodlt, secretária de Cultura da Contraf-CUT e representante da entidade na Comissão Executiva dos Empregados (CEE/Caixa).

O Saúde Caixa acumulou superávit que chegava a R$ 670 milhões em 2016. Dados mais recentes permanecem restritos à gestão do banco, que não deu ainda a devida transparência ao relatório atuarial de 2017. “Essa mesma gestão vem sucateando nosso plano de saúde e precarizando a estrutura de atendimento aos usuários. Por isso, ressaltamos a importância do envolvimento de todos os empregados e aposentados em um grande processo de mobilização, que impeça a retirada de uma das mais importantes conquistas dos empregados”, completou Fabiana.

Para o Dia de Luta, a orientação é que postagens nas mídias sociais deve ter as hashtags (usar todas juntas): #SaúdeCaixa #SaúdeCaixaEuDefendo #DiadeLuta.


Fonte: Contraf-CUT

ASSINE NOSSA NEWSLETTER