Logotipo SEEB/MR
Logotipo SEEB/MR

Hora de acabar com as demissões no Santander!

Publicado em Santander
Hora de acabar com as demissões no Santander!

Mesmo com um lucro de cerca de R$ 10 bilhões no ano passado, mais de 500 bancários foram demitidos no Santander nos primeiros cinco meses deste ano. Por isso, nas últimas semanas, os bancários, com o Sindicato, realizaram manifestaçõesna Torre Santander, Casa 1, Casa 3 e, principalmente, nas agências e no Vila Santander Paulista, alvos destas demissões. 

Nas agências, segundo o dirigente sindical e bancário do Santander Marcelo Gonçalves, a falta de funcionários impacta diretamente na piora das condições de trabalho e no atendimento à população. O banco está entre os líderesno ranking de reclamações de clientes no Banco Central. 

Ainda em relação às agências, as Superintendências Regionais têm descumprido principalmente a cláusula 37 da CCT, que proíbe os gestores de exigirem o cumprimento de metas e entrega de resultados por mensagens no telefone particular do bancário. Além disso, muitos funcionários têm trabalhado à noite, pós-expediente, ou seja, além da sua jornada de trabalho (já extenuante), para realizar a prospecção de novos clientes nas universidades. Para piorar, muitos gestores têm retirado vigias almocistas, prejudicando os vigilantes, que somente almoçam ou antes do turno (10h) ou depois, às 16h.

E, ainda, foi inventada mais uma forma de cobrar os caixas das agências. Trata-se da pesquisa “Seu Atendimento é Show”, que pede para que os clientes avaliem o atendimento recebido. O bancário que recebe avaliação negativa é punido com advertência, uma medida desmedida e exagerada.

Sindicato dos bancários de São Paulo

ASSINE NOSSA NEWSLETTER