Logotipo SEEB/MR
Logotipo SEEB/MR

Nova proposta do Saúde Caixa preserva característica do plano

Publicado em Caixa Econômica Federal
Nova proposta do Saúde Caixa preserva característica do plano

A Caixa apresentou na noite desta sexta-feira (28), após diversos dias de negociações, que se estenderam pela madrugada, uma nova proposta para a manutenção do plano de saúde. O trabalho de construção da Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE/Caixa) com a direção do banco permitiu a esta, que é a nona proposta, a manutenção do modelo 70/30, do pacto intergeracional, mutualismo e da solidariedade do plano. Outra reivindicação da Comissão, acatada pela Caixa, foi a inclusão de todos os novos empregados no plano. A decisão da CEE foi de defender a proposta nas assembleias de avaliação.

A nona proposta para o Saúde Caixa conta com uma contribuição do titular de 3,5% do salário e 0,4% por dependente, com teto de 4,3%. A coparticipação passa a ser 30% de cada dependente e o teto por grupo familiar de R$ 3.600. Além disso, não há mais a coparticipação para internação e tratamento oncológico e o atendimento em pronto socorro, coparticipação de R$ 75.

De acordo com o médico consultor da A Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae), Albucacis de Castro Pereira, a negociação foi difícil, mas a CEE/Caixa conseguiu manter o plano diante da dificuldade que passa o Brasil e o mundo em relação aos custos de saúde que não acompanham o aumento do salário do trabalhador. “Apesar da dificuldade manteve-se a característica do plano de mutualidade, solidariedade, pacto intergeracional e o 70/30. Foi uma vitória da Comissão que conseguiu o Saúde Caixa para todos os empregados”, avaliou.

Fonte: Contraf Cut

 

ASSINE NOSSA NEWSLETTER