Logotipo SEEB/MR
Logotipo SEEB/MR

O investimento tecnológico dos bancos e a migração dos clientes bancários para os canais alternativos

Publicado em
O investimento tecnológico dos bancos e a migração dos clientes bancários para os canais alternativos

Em 2016, os investimentos e as despesas em TI dos bancos somaram R$ 18,6 bilhões. Desse total, 45% destinaram-se ao desenvolvimento de software, 35% ao hardware, 19% Telecom e 1% a outras tecnologias.

O restante foi direcionado ao pagamento de despesas.

·         65% dos bancos estudam a adoção da tecnologia de registro de transações digitais por trás da moeda virtual bitcoin;

·         47% estão investindo em sistemas de análise de dados;

·         24% em inteligência artificial por meio da chamada computação cognitiva;

 Nos últimos quatro anos, o chamado canal digital vem tendo crescimento significativo:

·         Internet banking (23%) e dispositivos móveis (34%) - passaram de 45% para 57% do total de transações feitas no sistema bancários pelos brasileiros;

·         Mobile banking saiu de 4% para 34% ano passado, assumindo o posto de principal meio de acesso dos brasileiros, num total de 22 bilhões de transações em 2016, um crescimento de 96%.

·         Ao todo, o volume de transações bancárias aumentou 16,7% em 2016, para 65 bilhões. Já existem operações que são feitas preferencialmente nos dispositivos móveis, como o pagamento de contas.

·         O volume de operações com movimentação de dinheiro (apesar de representar 5% do total) cresceu uma vez e meia em um ano, passando de 500 milhões para 1,2 bilhão, ritmo mais acelerado que o das operações não-financeiras - consultas a saldos e extratos - que praticamente dobraram, para 20,7 bilhões.

Fonte: Valor Econômico/Fenaban

ASSINE NOSSA NEWSLETTER