Logotipo SEEB/MR
Logotipo SEEB/MR

Santander: Um terço das agências de Angra dos Reis está fechada após assaltos

Publicado em Santander
Santander: Um terço das agências de Angra dos Reis está fechada após assaltos

A agência do Santander de Praia Brava, em Angra dos Reis (RJ), foi alvo de assalto na madrugada de domingo para segunda-feira (8) após explosão. Três dos atentados ocorridos na região nos últimos meses tiveram como alvo o Santander.

“Metade dos atentados a banco na região de Angra são em agências do Santander”, informou Jorge Valverde, secretário de Imprensa e Comunicação do Sindicato dos Bancários de Angra dos Reis e Região.

O sindicato manteve contato com os gestores da unidade e foi informado que os funcionários foram deslocados para as agências próximas, pois não havia condições de o estabelecimento funcionar de forma segura.

“Vamos acompanhar a situação e marcar uma reunião com a Diretoria Regional do Santander, com o objetivo de avaliar o sistema de segurança das agências da região”, explicou o dirigente sindical.

Principal alvo
Segundo informações da Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo (Fetrafi-CUT/RJ-ES), o Santander tem sido o banco mais roubado no estado do Rio de Janeiro há alguns anos. Em entrevista à TV Rio Sul (afiliada da Rede Globo na região), o delegado de polícia responsável pela ocorrência disse que o alvo é o banco que menos investe em segurança.

“O Santander possui três agências em Angra dos Reis, duas em Paraty e um posto de atendimento na Usina Nuclear. Uma das agências de Angra e uma de Paraty estão fechadas devido aos assaltos”, afirmou Valverde, acrescentando que clientes e funcionários sofrem com a falta de segurança. “A maior preocupação do sindicato é com as consequências destes assaltos. Além de poder perder suas vidas, o medo e a pressão devido às condições de trabalho são sequelas que podem acompanhar os trabalhadores pelo resto de suas vidas”, completou o dirigente sindical.

Leia também:
     > RJ: Santander é principal alvo de assaltos e explosões
Fonte: Contraf-CUT
 

ASSINE NOSSA NEWSLETTER