Logotipo SEEB/MR
Logotipo SEEB/MR

Seeb SP protesta contra falta de funcionários no Bradesco

Publicado em Bradesco
Seeb SP protesta contra falta de funcionários no Bradesco

O Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e região deflagrou protesto em frente à agência 7808 Jardim Aricanduva contra a falta de funcionários e o desvio de função. Durante o ato realizado na terça-feira (10), dirigentes sindicais colheram mais de 200 assinaturas de clientes exigindo a contratação de bancários na unidade localizada na zona leste da capital paulista. 
“O Seeb SP cobra contratação imediata de mais funcionários e a realocação para as agências a fim de que esses locais se transformem em ambientes de trabalho menos estressantes”, reivindica o dirigente sindical e bancário do Bradesco Marcio Vieira. 

“A falta de funcionários nas agências do Bradesco é constante e tem causado muita pressão, sobrecarga e sofrimento aos bancários que são expostos a diversas doenças ocupacionais. Essa deterioração das condições de trabalho só fragiliza a qualidade do atendimento e o cliente sempre sai prejudicado”, afirma o dirigente. 

O Bradesco é o banco com mais reclamações no estado de São Paulo, segundo ranking elaborado pelo Procon.

“Essa situação não pode ser atribuída aos bancários, mas à direção do banco, que ao invés de contratar funcionários para dar conta da demanda crescente de clientes, demite milhares de pais e mães de família, contribuindo para o quadro de desemprego e para que a qualidade do atendimento se deteriore”, afirma Marcio Vieira. 

Mais lucro e menos empregados
O Bradesco lucrou R$ 19 bilhões em 2017 (lucro líquido recorrente), aumento de 11,1% em relação a 2016. Por outro lado, eliminou 9.985 postos de trabalho ao longo do ano passado.

De acordo com o ranking de reclamações do Banco Central, em dezembro de 2016 o Bradesco tinha 849 clientes para cada funcionário. Essa relação cresceu ainda mais em 2017, quando o banco passou a ter 962 clientes para cada bancário. Aumento de 13,3%. 

Apenas com o que arrecada com a cobrança de serviços e tarifas dos clientes, o Bradesco consegue pagar toda sua folha salarial e ainda restam R$ 3 bilhões.

Desvios de função

Os problemas da agência não se resumem à falta de funcionários. Segundo denúncias, os desvios de função são frequentes naquela e em outras unidades. 

“Não basta apenas contratar mais funcionários. O Bradesco deve realocar bancários para suas agências a fim de diminuir a sobrecarga de trabalho, acabar com os desvios de função e melhorar o atendimento prestado à população, que paga altas tarifas e muitas vezes não recebe o serviço com o custo cobrado por causa da falta de empregados”, afirma Marcio.

Os bancários de São Paulo, Osasco e região podem apresentar denúncias relacionadas a desvios de função, sobrecarga de trabalho, assédio moral e outros problemas por meio do canal Assuma o Controle, pelo (11) 3188-5200 ou WhatsApp (11) 97593-7749. O sigilo do denunciante é garantido!
Fonte: Seeb SP
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 

ASSINE NOSSA NEWSLETTER